quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Top ColorScreen: 60 anos de TV no Brasil - Parte 2!

Como você já deve ter percebido, continuaremos agora nossa homenagem aos 60 anos da Televisão Brasileira! Na primeira parte, relembramos os grandes empresários do setor, criadores e diretores da área, emissoras, jornalísticos, apresentadores e personalidades da TV! Para ver o post, clique aqui!

E agora vamos prosseguir, relembrando de teledramaturgia, humor, programas infantis e muito mais! Então, vamos lá! A seguir, o Top ColorScreen: Ícones dos 60 anos da TV no Brasil - Parte II!

Novela: Beto Rockfeller (TV Tupi, 1968). Até então, as novelas produzidas por aqui seguiam a mesma fórmula de melodrama das novelas latinas em geral, com histórias muito simples e maniqueístas, geralmente situadas em épocas antigas ou lugares exóticos. Então veio "Beto Rockfeller". De criação de Cassiano Gabus Mendes, autoria de Bráulio Pedroso e direção de Lima Duarte e Walter Avancini, a trama contava a história do personagem título, vivido por Luís Gustavo. Beto era um anti-herói, vindo da classe baixa, tentando se infiltrar entre pessoas de classe alta, para conquistar mulheres ricas. A obra foi um marco, criando o estilo brasileiro de telenovelas, que dura até hoje, com diálogos mais informais e cheio de gírias, situações mais corriqueiras e uma proximidade muito maior da realidade do telespectador. A novela teve uma continuação, "A Volta de Beto Rockfeller", também na Tupi, em 1973, mas que não teve tanta repercussão. Menções honrosas: "Irmãos Coragem", "Roque Santeiro", "O Bem Amado", "Laços de Família", "Pecado Capital", "Éramos Seis", "Pantanal", "O Astro', "O Salvador da Pátria", "Vale Tudo", "O Rei do Gado", "Senhora do Destino", "Selva de Pedra", "Anjo Mau", "Estúpido Cupido", "Vigilante Rodoviário" (que nem foi novela, e sim série, mas faz parte de nossa história) e muitas, muitas outras.

Autor de novelas: Janete Clair. A maior autora da teledramaturgia brasileira. Seu maior sucesso foi "Irmãos Coragem" (1970). Autora também de outros marcos absolutos das novelas, como os hits da década de 70 "Pecado Capital", " Pai Herói", "O Astro" e "Selva de Pedra". Janete, que era casada com o também dramaturgo Dias Gomes, ficou conhecida como "maga das oito", por seus altos índices de audiência ("Selva de Pedra" foi a única novela da história a atingir 100 pontos no IBOPE). Faleceu em 1983, deixando inacabada a obra "Eu Prometo", assumida por uma colaboradora que também se tornaria uma grande autora, Glória Perez. Menções honrosas: Dias Gomes, Cassiano Gabus Mendes, Benedito Ruy Barbosa, Gilberto Braga, Manoel Carlos, Bráulio Pedroso, Glória Perez, Ivani Ribeiro, Silvio de Abreu e muitos outros.

Atores: Tarcísio Meira e Glória Menezes. O casal símbolo de nossa teledramaturgia. Contracenaram pela primeira vez em um teletratro da TV Excelsior, em 1961. Dois anos mais tarde, em 1963, já casados na vida real, foram as estrelas da primeira telenovela diária de nossa televisão, "2-5499 Ocupado", também na Excelsior, onde Tarcísio vivia o homem que se apaixona por uma telefonista de um presídio (Glória), só tendo ouvido sua voz, sem saber que a moça na verdade é presidiária. A partir disso, o casal foi consolidando sua posição como a principal parceria da televisão brasileira, tendo contracenado juntos em diversos trabalhos, como a série global "Tarcísio e Glória", de 1988, onde viviam um inusitado casal, formado por um empresário e uma extraterrestre (além de produzir e dirigir o programa). Menções honrosas: Fernanda Montenegro, Tony Ramos, Regina Duarte, Lima Duarte, José Wilker, Suzana Vieira, José Mayer, Francisco Cuoco, Betty Faria, Antônio Fagundes e centenas de outros atores que fizeram a história de nosso principal produto televisivo!

Infantil: Xuxa. Esse item foi o mais complicado de se escrever. Pessoalmente, minha escolha não seria esta, mas sim a versão clássica do "Sítio do Picapau Amarelo" ou a impecável grade infantil da TV Cultura. Porém, após analisar, cheguei nesta conclusão. Estou colocando a Xuxa como ícone infantil porque, apesar de eu não ser fã, ou nem gostar de seu trabalho, a importância e representividade dela para sua área é inegável. Uma geração toda cresceu sofrendo sua influência; a apresentadora definiu a imagem de programa infantil nas últimas décadas para a maioria da população. Mas este item é o tipo de escolha que se faz baseado no cenário geral, e não no gosto pessoal. Menções muito honrosas: todas as versões do Sítio do Picapau Amarelo, toda a grade infantil da TV Cultura, TV Colosso, Bozo, Teatrinho Trol, Capitão Aza, Vila Sésamo, Pulmann Júnior, Balão Mágico, Globo Cor Especial, Cirquinho do Arrelia, Capitão Furacão, Sérgio Mallandro, Angélica, Eliana, Shazan e Xerife, Agente G, Disney Club e muitos outros!

Humor: Chico Anysio. O maior criador de personagens humorísticos da história da televisão brasileira e quem sabe mundial! Ao longo de seus mais de 50 anos na TV, Chico definiu um gênero bem brasileiro de humor, com personagens inusitados, bordões marcantes e críticas ao cotidiano e à nossa sociedade. A maior estrela do humor na televisão do Brasil! Menções honrosas: Os Trapalhões, A Praça é Nossa, Balança Mas Não Cai, Satiricom, Família Trapo, Planeta dos Homens, A Grande Família, Faça Humor Não Faça Guerra, Viva o Gordo, Escolinha do Golias, Zorra Total, Pânico na TV, CQC, Os Normais, TV Pirata, Sai de Baixo, Hermes e Renato, Casseta e Planeta e muitos outros.


Esta foi minha pequena homenagem à televisão brasileira, que tem presença muito grande e fundamental na minha vida. Desde pequeno foi minha principal fonte de informação e diversão, e agora, com a vida adulta, virou formação e profissão. É claro que o veículo no Brasil tem problemas, mas acredite, nossa TV é uma das melhores do mundo, e merece ser reconhecida e homenageada!

E você, o que achou da lista? Comente, critique, elogie, concorde, discorde! A área dos comentários está aí para isso, e sua participação é fundamental!

Participe, comentando e se ligando no ColorScreen no Twitter!

4 comentários

alan raspante. 23 de setembro de 2010 15:35  

Acabei de ler o especial inteiro, muito bacana. Está de parabéns!

Abs.

Paulo Almeida Prado 23 de setembro de 2010 18:38  

Muito obrigado, Alan!

Abraços!

Alyson Sonora Grande 24 de outubro de 2010 23:38  

Depois do show de conceito que se verifica na parte dedicada aos infantis, pode-se levar em consideração alguma outra informação contida por aqui? Afinal, uma pessoa formada em comunicação, que deseja apenas escrever um pouco sobre os clássicos da TV, para encarar uma profissional como ícone, deve tecer antes disso uma leva de adjetivos que a desqualifiquem? Ignorasse, ora bolas!!! Menção muito honrrosa para Angélica, Sérgio Mallandro, Eliana... Todos que beberam na mesma fonte...
Não creio que eu tenha sofrido, mas tenho certeza que tornei-me um adulto completo, fui infantil na infância. E só na infância.

Paulo Almeida Prado 25 de outubro de 2010 12:34  

Alyson,

"Depois do show de conceito que se verifica na parte dedicada aos infantis, pode-se levar em consideração alguma outra informação contida por aqui? Afinal, uma pessoa formada em comunicação, que deseja apenas escrever um pouco sobre os clássicos da TV, para encarar uma profissional como ícone, deve tecer antes disso uma leva de adjetivos que a desqualifiquem? Ignorasse, ora bolas!!!"

você ficou ofendido pelo que falei da Xuxa? Tudo bem, mas o blog é meu. E você não pode me momento algum duvidar da minha capacidade só porque falei que ela, na minha opinião, não foi o ícone mais marcante de tal quesito, porém na do povo (como você), foi.

É essa a mania que a Xuxa e parte de seus fãs tem, ignorar tudo que a "desqualifica" (como seu passado antes de trabalhar como apresentadora infantil), e se ofender com qualquer crítica à "rainha".

Só acho lamentável você nem entender o que eu disse. Como quando digo: "Uma geração toda cresceu sofrendo sua influência", você responde que "não sofreu", como se isso fosse algo pejorativo.

Bom, como isso é um espaço aberto, você pode falar o que acha, porém está errado. Ficar ofendido por críticas que sejam a respeito da Xuxa é triste.

Bom, obrigado pela visita...

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Spain by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP