terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Homenagem: relembre o sucesso de Rodolfo e ET!

Na segunda metade da década de 90, o fenômeno Ratinho veio com tudo na televisão brasileira. Com seu jeito desbocado, seu programa anárquico, controverso e também, em muitos momentos, humorísticos, o programa do apresentador fez com que diversos personagens ganharam espaço na mídia.

E, sem dúvida, um dos maiores (senão o maior) sucessos gerados pelo programa foi a dupla Rodolfo e ET. O jornalista Rodolfo Carlos já trabalhava ao lado do apresentador, fazendo reportagens policiais e de casos misteriosos. Em certa ocasião, no ano de 1997, o programa "Ratinho Livre", da Rede Record liderou a audiência com a promessa de que o repórter iria exibir um extraterrestre ao vivo, no palco da atração. Após dias de suspense, Rodolfo enfim revelou sua "descoberta": Cláudio Chirinian, figura diminuta, estrábica e, podemos dizer, bastante exótica, apelidado de ET. No vídeo abaixo, acompanhe sua primeira aparição:



Com o sucesso de audiência, o personagem foi incorporado ao programa, fazendo reportagens inusitadas ao lado de Rodolfo e, no ano seguinte, antes mesmo do apresentador Ratinho migrar para o SBT, a dupla mudou de emissora e foi trabalhar no programa "Domingo Legal", de Gugu Liberato, fazendo reportagens mais leves e divertidas.

Seus maiores sucessos foram o quadro "Bom Dia Legal", onde acordavam artistas e também as dezenas de tentativas de encontrar a casa de Silvio Santos, para acordar o padrão (quadro claramente forjado, mas que rendeu muito ibope ao programa, e se prolongou por meses, se transformando numa espécie de novelinha humorística). Veja abaixo uma das edições mais famosas do quadro em que famosos eram acordados pelos humoristas, quando o repórter policial Gil Gomes reagiu mal à brincadeira, assustando a todos com uma arma:



Rodolfo e ET também lançaram um disco, realizado pelo produtor Rick Bonadio (responsável pelo sucesso de bandas como Mamonas Assassinas). Com letras humorísticas e de duplo sentido e músicas como "Panela de Pressão", o disco atingiu vendagem de 250 mil unidades. Para relembrar, baixe o CD, clicando no link .

Mas, após alguns anos de sucesso, a realidade do anonimato voltou a bater à porta de Cláudio. Separado do parceiro Rodolfo (que continuou no SBT até 2009), o humorista caiu no anonimato, tendo passagens relâmpago por outros programas, como o de Raul Gil, mas sem nunca repetir o sucesso do final da década anterior.

Na época do auge da dupla, eu tinha uns 10, 11 anos, e me divertia com as reportagens e músicas da dupla, que ajudaram a preencher um pouco o vazio deixado pelos inigualáveis Mamonas. Sempre me comovi com a situação do homem por trás do personagem ET, sendo sempre alvo de ridicularização e piadas por sua frágil condição física. Espero que, agora, aquele que trouxe tantas risadas ao grande público, possa finalmente atingir um estado de paz e alegria. Cláudio Chirinian faleceu hoje, devido a complicações envolvendo insuficiência renal, broncopneumonia e choque séptico, aos 46 anos, na cidade de São Paulo.

Você lembra da época do auge dos personagens? Chegou a acompanhar a carreira da dupla Rodolfo e ET? Comente e também siga o ColorScreen no Twitter!

6 comentários

Hamilton 2 de fevereiro de 2010 10:45  

depois que o ET foi revelado na caixa no palco do Ratinho Livre, ele foi incorporado no proograma como garçom do Ratinho. Por essa razão, passou a usar o paletó branco e a gravata borboleta, que viraram parte da caracterização do personagem, que ele usou até o fim da carreira.

Paulo Almeida Prado 2 de fevereiro de 2010 10:58  

É verdade, Hamilton, bem lembrado!

danieltamayo 2 de fevereiro de 2010 12:28  

Ele morreu?? O.O
Que triste... bom, pelo menos ele conseguiu seu lugar ao sol, por algum tempo.
Ótimo post (apesar de eu nunca ter gostado muito desses dois)

Gilmarzinho 4 de fevereiro de 2010 00:16  

Bah!
Eu tenho este cd!

Té.

Smarcs 4 de fevereiro de 2010 04:01  

Belo post mano, o ET foi muito bom, no tempo que o Domingo legal, era legal ^^

El Macbee 20 de fevereiro de 2010 00:34  

Nos anos 90 eu já era um adolescente chato, então via ET e Rodolfo apenas como representantes de tudo que a TV tinha de ruim na época.

E olha que o Rodolfo já teve meu respeito e admiração pelas reportagens sobrenaturais SENSACIONAIS pro Ratinho na CNT.

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Spain by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP