terça-feira, 19 de abril de 2011

Relembre A Chave Mágica, um clássico dos anos 90!

Anos 90. Um armário velho, um menino entediado e bonecos de plástico. Isso pode parecer a descrição de situações comuns a qualquer criança que viveu neste período, não é? Mas bem, e se acrescentarmos uma "chave mágica" nessa equação? Pois é, se você viveu esta época, vai saber bem do que estamos falando! É hora de relembrarmos um dos filmes mais divertidos deste período: "A Chave Mágica", um clássico dos anos 90!

O longa metragem mostra as aventuras de Omri, um menino solitário (vivido pelo sumido Hal Scardino), que está completando nove anos de idade. No dia do seu aniversário, entre seus presentes, ganha um velho armário e um pequeno índio de plástico, objetos para os quais não dá atenção.

Isso muda quando, usando a tal chave do título, ele descobre que qualquer objeto trancado nas gavetas da peça ganha vida. Então, o boneco se torna um índio de verdade, Little Bear/Pequeno Urso. Com o tempo, se torna seu novo amigo, acompanhando o menino em uma jornada muito inusitada. É claro que outras brinquedos também seriam transformados, e é isso que acontece.

Para relembrar com imagens, veja o trailer a seguir:



Como você pode prever, Omri acaba transformando diversos outros personagens, que ajudam a transformar seu quarto em uma zona de guerra. Índios, cowboys, guerreiros, pilotos espaciais, robôs, animais e muitas outras figuras se tornam reais, neste filme de 1995, dirigido por Frank Oz (pois é, aquele mesmo, responsável pela manipulação e voz de vários bonecos do "Muppet Show" e também pelo Mestre Yoda).

Na sequência mais legal do longa metragem, o menino usa vários de seus bonecos para brincar no armário e acaba dando vida a personagens de outros filmes, como Robocop, Darth Vader, um G.I. Joe, o T-Rex de "Jurassic Park" e outros. Tudo isso feito pela genial Industrial Light & Magic, empresa de efeitos especiais de George Lucas! Confira no vídeo abaixo:



Vale acrescentar que a narrativa é originária de um livro homônimo, publicado no ano de 1980 pelo escritor britânico Lynne Reid Banks (confira a capa de uma das edições ao lado). Intitulada "The Indian in the Cupboard", a obra ganhou inúmeros prêmios, sendo escolhido o melhor do ano pelo jornal New York Times, por exemplo. A publicação acabou fazendo tanto sucesso que ganhou três sequências ("The Return of the Indian" - 1985, "The Secret of the Indian" - 1989 e "The Mystery of the Cupboard" - 1992). Desde então, a série ainda é uma das campeãs de venda em inúmeros países.

Lançado no dia 14 de julho de 1995 (data em que, aliás, eu completava 9 anos), o filme não alcançou o sucesso esperado. Produzido com um orçamento de 45 milhões de dólares, acabou arrecadando apenas 35 milhões no mundo todo, se tornando um fracasso de bilheteria. Porém, o longa metragem fez bastante sucesso quando lançado em VHS, pelo menos em terras brasileiras (eu me lembro de alugar a fita e ter gostado muito da produção). Além, é claro, de se tornar um clássico da Sessão da Tarde, mesmo ele não sendo mais exibido há alguns anos. Por isso, fica aqui a nossa pequena lembrança, homenageando "A Chave Mágica"!

E você, lembra do filme? Também queria, como eu, ter um armário que desse vida a brinquedos? Comente!

12 comentários

Anônimo 19 de abril de 2011 21:43  

Quem é que via o filme e não acabava querendo ter a chave? Muito bom, adorava ver o filme e imaginar fazer o mesmo.


Malu.

Paulo Almeida Prado 19 de abril de 2011 22:01  

Malu, pois é! :D

Obrigado pela visita!

johnny 19 de abril de 2011 22:55  

ColorScreen de volta. Atualize mais o site, ele faz falta.

Parabéns!

Paulo Almeida Prado 19 de abril de 2011 23:00  

Muito obrigado, Johnny!

O blog só anda meio parado porque estou bem ocupado com outras coisas, e como o ColorScreen é hobby, acaba ficando meio de lado, infelizmente.

Mas sim, tentarei postar mais!

Valeu mesmo, abraços

Britto 20 de abril de 2011 07:25  

Acredita que essa semana mesmo estava pensando em fazer um post especial sobre esse filme no Opinião & Opção?
Saudades dos anos 90!

Paulo Almeida Prado 20 de abril de 2011 12:04  

Britto, é?

Hahahaha engraçado! Mas claro, pode fazer, o filme merece...

Valeu

Thiago Chaves 20 de abril de 2011 12:55  

Parabéns pelo post, muito legal.


Nostalgia pura esse filme...obrigado por me fazer lembrar dele! =P


Ah, o filme 'Uma Noite no Museu' parece ter se baseado nele....não?!

Paulo Almeida Prado 20 de abril de 2011 23:50  

Thiago, eu já pensei nisso, tem algumas coisas bem similares mesmo, mas nem sei!

Valeu pela visita

Bruno Portella 22 de abril de 2011 23:05  

Esse filme era bem bacana mesmo. Lembro até hoje da cena que o índio leva uma flechada (ou alguém leva uma flechada, não lembro).

Mas não sabia que era adaptação de um livro.

Boa!

Paulo Almeida Prado 24 de abril de 2011 19:01  

Bruno, valeu pelo comentário!

Na verdade, eu nem lembrava que era vindo de um livro, fui relembrar isso ao escrever o post...hahaha

Abraços

Kiki Coradi 25 de abril de 2011 17:34  

Eu lembro que fui ver esse filme no cinema, sozinha! Meu pai me deixou na porta e eu me senti muito adulta indo sozinha. E é claro q eu também fiquei desejando ter uma chave mágica por anos! muito bom esse post! PArabéns Paulo! Saudades! Ana Lígia Coradi

Paulo Almeida Prado 25 de abril de 2011 21:19  

Ana!

tudo bem? obrigado pelos elogios! :D

Esse nem vi no cinema...mas idem, tbm iria me sentir adulto ahahahha

Obrigado pelo comentário e pela vista, bjs!

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Spain by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP